Actoil

Blog Actoil

Voltar

Petrobras realiza primeira venda de diesel da Abreu e Lima

23 dez

Primeira nota fiscal foi emitida para a Petrobras Distribuidora, com volume de aproximadamente 1.600 m³

A presidente da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, anunciou, nessa quarta-feira (17), que a companhia fez a primeira venda comercial de diesel da Refinaria Abreu e Lima (Rnest), localizada em Pernambuco. "É uma grande satisfação", avaliou. O diretor de Abastecimento, José Carlos Cosenza, ressaltou ainda que, com a operação da Rnest, a importação de derivados, principalmente de diesel e de gasolina, deverá ser reduzida em 100 mil barris por dia.

O volume disponibilizado pela Rnest para o mercado local é de 13 mil m³ de diesel S-500 (teor de enxofre de 500 partes por milhão). A primeira nota fiscal foi emitida para a Petrobras Distribuidora, com volume de aproximadamente 1.600 m³. Durante o encontro, a presidente Graça Foster também destacou os bons resultados alcançados com o Programa de Otimização de Custos Operacionais (Procop), que deverá proporcionar uma economia de R$ 10 bilhões à empresa este ano.

O gerente executivo de Desempenho da Petrobras, Mário Jorge da Silva, informou que a redução de custos com o Procop entre janeiro e setembro já chegou a R$ 7,4 bilhões, ultrapassando a meta de R$ 7,3 bilhões estabelecida para todo o ano de 2014.

No comparativo com o mesmo período de 2013, quando o Procop resultou em economia de R$ 4,8 bilhões, a redução de custos foi 54% maior. “Esse número já supera a meta do ano. As equipes e os equipamentos têm respondido melhor do que o previsto”, destacou Mário Jorge.

O Programa de Aumento da Eficiência Operacional (Proef) também alcançou excelentes resultados no período entre janeiro e setembro de 2014.

Criado para recuperar os índices de produtividade em campos maduros da companhia, o Proef permitiu a recuperação de 135 mil barris de petróleo por dia. Um aumento de 156% em relação ao mesmo período de 2013, quando a recuperação foi 53 mil barris por dia.

Em setembro, destacou o executivo, a UO-BC (unidade operacional da Bacia de Campos) alcançou a maior produção dos últimos 20 meses (420 mil barris por dia) e a maior eficiência dos últimos 50 meses (82%).

A receita de vendas no período de janeiro a setembro de 2014 foi outro destaque, totalizando R$ 252,2 bilhões. O valor representa um crescimento de 13% em relação ao mesmo período de 2013, quando a receita de vendas foi de R$ 223,9 bilhões.

A receita de vendas do terceiro trimestre de 2014 foi de R$ 88,4 bilhões, montante 7% maior que o registrado no trimestre anterior (R$ 82,3 bilhões).

Os recursos gerados pelas atividades operacionais da companhia superaram os investimentos no terceiro trimestre de 2014, o que resultou em um fluxo de caixa líquido positivo de R$ 4,2 bilhões.

A produção de petróleo operada pela Petrobras registrou crescimento de 6,7% entre janeiro e setembro de 2014, chegando a 2,096 milhões de barris por dia, no comparativo com o mesmo período de 2013.

Somente no terceiro trimestre de 2014 a produção atingiu a marca de 2,207 milhões de barris por dia, 6,5% a mais do que os 2,072 milhões de barris produzidos diariamente no segundo trimestre. 

Fonte: Agência Brasil

Comentários 0