Actoil

Blog Actoil

Voltar

JBS faz primeira exportação de biodiesel de sebo do Brasil

04 jul

A JBS saiu à frente e concluiu em maio a primeira exportação de biodiesel de sebo bovino do Brasil. A companhia exportou 6 mil toneladas do produto, o que equivale a 6,7 milhões de litros de biodiesel, devidamente homologado pelo Certificado Internacional de Carbono e Sustentabilidade (ISCC, na sigla em inglês)

O combustível comercializado pela JBS será utilizado diretamente na mistura com o diesel convencional, distribuído pela Argos a seus clientes. “Essa foi a primeira exportação de biodiesel da JBS e representa uma grande oportunidade de negócio para nosso produto, já que abre a possibilidade de ampliarmos nossa base de clientes. Acreditamos que o mercado externo será cada vez mais importante, visto que nosso produto possui um diferencial de sustentabilidade cada vez mais exigido por clientes estrangeiros, especialmente da Comunidade Europeia”, afirma Alexandre Pereira, diretor de biodiesel da JBS.

“Devido às diretrizes criadas pelos governos dos países europeus, o mercado de energia viu um aumento da demanda por biocombustíveis sustentáveis e devidamente certificados. Ao longo dos últimos sete anos a importância dos biocombustíveis sustentáveis vem aumentando significativamente, portanto a estratégia em originar produtos em vários países garante à Argos a flexibilidade de obter os mais sustentáveis produtos para sua mistura. Por isso a empresa desenvolve cada vez mais parcerias com fornecedores que têm como diretriz manter a sustentabilidade na sua cadeia produtiva, como é o caso da JBS”, afirma Manfred Wefers da Argos.

O sebo bovino é a segunda matéria-prima mais utilizada no Brasil para a produção de biodiesel. Sozinho, o sebo representa cerca de 20% do biodiesel produzido no país e é considerado uma das melhores fontes, pois retira do meio ambiente um produto que era considerado até então resíduo da indústria frigorífica e o transforma em um combustível limpo.

A JBS é a maior produtora verticalizada de biodiesel de sebo do mundo. Com uma capacidade para produzir anualmente 200 milhões de litros, a companhia é pioneira na produção do combustível à base de gordura animal, com sua unidade de industrialização instalada em Lins, no interior de São Paulo.

 

Fonte: Revista Globo Rural

Comentários 0