Actoil

Blog Actoil

Voltar

Projeto da Embrapa monitora qualidade do biodiesel

12 mai

Para acompanhar possíveis problemas de estocagem, pesquisadores utilizam réplicas de tanques de armazenamento

Novo estudo da Embrapa Agroenergia monitora o biodiesel em busca de fatores que podem alterar a qualidade do combustível. O estudo acompanha o biodisel, desde a usina onde ele é produzido até os postos de combustíveis, a fim de conhecer melhor o comportamento - isolado e em mistura com o diesel.

Segundo informações da Embrapa, cientistas vão utilizar as análises exigidas pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), além de desenvolver novas metodologias que permitam identificar adulteração, degradação e contaminação química e microbiana.

Para monitorar problemas que podem acontecer durante a estocagem, os pesquisadores instalarão na Embrapa Agroenergia réplicas dos tanques utilizados nas usinas para armazenar combustível. Eles vão avaliar possíveis alterações no biocombustível ao longo de 90 dias, no período de seca e no chuvoso, para medir principalmente a influência da umidade no processo de degradação.

A partir dos resultados obtidos, também serão desenvolvidas estratégias para inibir a ação de agentes responsáveis pela degradação, salienta a pesquisadora da Embrapa Agroenergia e líder do projeto, Itânia Soares. Uma das possibilidades é encontrar aditivos multifuncionais que possam minimizar os processos degradativos.

Um dos pontos de destaque do projeto é o uso de técnicas avançadas para buscar microrganismos contaminantes pela análise do DNA. Com essa metodologia, é possível identificar linhagens não cultiváveis, que correspondem a cerca de 99% da biodiversidade microbiana.


Fonte: Embrapa

Comentários 0